Make your own free website on Tripod.com

Nota de Repúdio

Os atleticanos são contra suborno


 
 
  Como é de conhecimento público, o goleiro Roberto da equipe do 
  Iraty - primeira divisão do campeonato Paranaense - recebeu há 
  poucos dias uma clara proposta de suborno. Roberto, contatado 
  por telefone, gravou as ligações e nas fitas o Dr. João Carlos 
  Vialle, que era então o vice-presidente de futebol do Coritiba FC,  
  faz a proposta para "entrega do jogo" e admite claramente que já 
  havia comprado outros jogadores do Iraty, no jogo anterior, sendo 
  que - segundo Vialle - "todos haviam recebido direitinho."  

  Nota: O Primeiro jogo arranjado seria Coritiba 5 x 0 Iraty. Neste jogo 
  o primeiro tempo terminou 0 x 0. Um jogador do Iraty, após o jogo 
  sumiu. Nem voltou para a sua cidade. Ao que consta pegou um 
  avião para Belém. Com este resultado o Coritiba foi campeão do 
  primeiro turno do quadrangular final do Campeonato Paranaense . 

  Temos acompanhado atentamente as discussões e opiniões da 
  imprensa local e nacional sobre a denúncia de suborno. Estamos 
  surpresos com a alegação de grande parte da imprensa que a 
  equipe do Coritiba não deve ser punida e sim as pessoas 
  envolvidas. Alguns respeitados jornalistas e apresentadores de 
  televisão vem repetindo que só poderão ser punidos o 
  vice-presidente do Coritiba, o Dr. João Carlos Vialle e o Auxiliar 
  técnico Nedo Xavier, os quais foram desligados do Clube, um dia 
  após esta denúncia. 

  Um torcedor do Coritiba certamente pode ter esta opinião porém um 
  analista e conhecedor do ambiente esportivo nacional tem que ser 
  um pouco mais cuidadoso. 

  Vejamos: Durante a gravação - que nos parece lícita, em termos 
  jurídicos - o Dr. Vialle admite ter subornado jogadores do Iraty no 
  primeiro jogo das finais do campeonato paranaense. 

  Admitamos que o Coritiba não perca os três pontos daquele jogo, 
  baseado no fato que o Presidente do Coritiba não sabia desta 
  "armação", e que, um clube de futebol, não pode ser punido por um 
  ato individual do seu Vice-presidente. 
  O que perguntamos é: 
  Quando um time deve, ou pode,  ser punido? 
  Onde está esta linha tênue entre a  imoralidade individual e o 
  interesse do clube? 
  Finalmente :O que pode acontecer no futuro se a equipe do Coritiba 
  não for punida? 

  O que as pessoas tem que prestar atenção é: 
  Sem a punição do Coritiba F.C., com pelo menos a perda dos 
  pontos das partidas, estará aberto um precedente muito perigoso 
  para o Futebol Brasileiro. Não haverá mais clubes culpados e 
  qualquer intermediário, desde que não seja o presidente de uma 
  equipe, poderá comprar jogadores, juizes e auxiliares, sem perigo 
  para sua agremiação. Poderemos chegar ao absurdo de pessoas 
  organizarem "vaquinhas" para arranjar resultados de jogos, 
  amparados pelo raciocínio de que o presidente do clube nada 
  sabia. 

  Sem exagero a falta de punição pode terminar de desmoralizar o já 
  envergonhado futebol brasileiro, e fica claro em nossa opinião, que 
  existe um movimento enorme para abafar o caso. 

  Existem inúmeras outras linhas de argumento que podem ser 
  usadas para punir ou não o Coritiba, mas o "exemplo" deixado pela 
  não punição é mais do que suficiente para que o assunto seja 
  tratado com muito mais cuidado pelos analistas. 

  São nesses momentos que nós acreditamos que a imprensa 
  deveria se superar e, o que acontece: Um verdadeiro festival de 
  notícias plantadas, visando desacreditar o goleiro Roberto e suas 
  acusações. Estão tentando desacreditar a denúncia, inventando 
  histórias que foi tudo armação e condenando o goleiro Roberto. As 
  fitas porém não mentem. Podem inventar o que quiser, mas o 
  suborno é direto, assim como a acusação. Não foi um grampo Ilegal 
  e sim gravação de uma tentativa de suborno. 

  O STJD está diante de uma acusação de corrupção no futebol muito 
  clara e com provas. Desconsiderar tal acusação - não penalizando 
  os corruptores e suas agremiações -   seria um incentivo direto ao 
  suborno e a armação de resultados no futuro. 

  Agradecemos o seu tempo e torcemos para que a dignidade volte a 
  imperar. 
  

  @tleticanos na Internet -  
  (Lista de Discussão na WEB com 130 participantes) 
  

  PS- O Coritiba não é "réu primário" nestes casos. No ano passado 
  seu ex-presidente Joel Malucelli foi banido para sempre do Futebol 
  pela tentativa de suborno do Juiz Valdir de Córdoba Bicudo. Este 
  fato foi muito pouco noticiado a nível nacional. Também é 
  interessante ressaltar que Bicudo foi excluído do futebol pois, 
  segundo o órgão julgador, acusou sem ter provas.  
  

  PS- Estamos estudando a possibilidade de ação civil pública 
  indenizatória contra o Dr. João Carlos Vialle e o Coritiba Futebol 
  Clube, pois acreditamos que fomos lesados durante o campeonato 
  paranaense. 

 
 


 
 
 
Quero voltar para a Página inicial